segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Aprendendo a respeitar Neymar

Neymar, aos 19 anos já conseguiu comprovar ser um grande jogador, superando qualquer comparação com outras promessas do futebol brasileiro recente. Inclusive o também "menino da Vila", Robinho.

O moleque dribla com facilidade incrível e capacidade de improviso surpreendente. Arma jogadas com destreza, se movimenta com velocidade e bate bem na bola com as duas pernas, características que já o colocam acima da média de todos jogadores brasileiros da atualidade.

Sempre tive os dois pés atrás com ele. Não defendi sua ida a Copa e continuo acreditando que não era a hora. Reclamei muito na época que caía demais e forçava exaustivamente faltas, se aproveitando da habilidade e do corpo franzino. Achava que não iria longe, seria apenas mais uma promessa. Mas com o tempo, fui prazerosamente queimando a língua e me rendendo ao futebol desse garoto.


Está longe da consagração, até mesmo por ter apenas 19 anos. Mas já fez mais que qualquer outro na história recente do futebol brasileiro em tão pouco tempo. A exaustiva busca da comparação com o genial Messi é injusta já que o argentino tem muito mais estrada. Leo já provou tudo que poderia provar por que teve tempo para fazê-lo, venceu todos títulos possíveis e caminha para ser o melhor do mundo pela terceira vez seguida ( permitam-me uma provocação: digo todos os títulos possíveis por que a Copa do Mundo, infelizmente Messi não terá, já que os hermanos não tem futebol  pra isso, pelo menos na próxima década).
O encontro de dois gigantes - tá na cara que Leo quer forçar a amizade pro menino ír pra Catalunha

Muitos desinformados ou simplesmente levados pelas "ondinhas" de redes sociais passaram a usar a derrota do Santos na final do mundial para desqualificar Neymar. Todos sabíamos das dificuldades que o Santos enfrentaria. Aliás, nunca nenhum clube brasileiro enfrentou uma equipe que chegasse aos pés desse Barcelona, ao menos na história recente de nosso futebol. E não há Neymar que resista a covardia do técnico que não gosto nem de dizer o nome, muito bem retratado em texto do Rica Perrone.
Neymar é marrento e espalhafatoso. E essas características que a maioria das pessoas tolera em cantores e artistas de róliudi, quando vistas em um atleta de futebol se tornam negativas. Ainda mais em um moleque jovem com traços eminentemente periféricos. Senti o real significado de Neymar quando vi meus alunos da periferia o imitando no jeito de se vestir e no corte de cabelo. Eis um fator positivo: o moleque tem cara de povo, de gente como eles. E nada melhor para o sentimento de auto-estima do que ver que alguém de sucesso tem nossa cara.

Se ele ficará no Brasil ou não, sei lá. Se não joga no Salles de Oliveira ou nas Laranjeiras, me importo menos. Mas é claro que tem um futuro belíssimo pela frente, comprovado pela cobiça e respeito dos próprios europeus que o querem de qualquer forma.

Quase todos nós concordamos que podemos aprender muito de futebol com o Barcelona. Falta aprendermos com eles a respeitar e admirar o jovem Neymar.


Aqui você pode ver 50 dos gols da carreira de Neymar


7 comentários:

  1. Márcio Augusto de Souza19 de dezembro de 2011 11:47

    Mas infelizmente não vai pra Europa... assinou um contraro antes de sentir na pele a diferença das possibilidades que o cercam... temo que essa permanência dele aqui possa ofuscar o brilho de seu futebol. vamos ver o que dá.

    ResponderExcluir
  2. Belas palavras! Acredito que Neymar é genial sim e se continuar amando o que faz (jogar futebol) continuará dando espetáculo no Santos FC e na seleção. Não se pode jogar a culpa em cima do menino da vila e acredito que compará-lo à Messi é injustiça. Que Neymar continue nos dando alegrias aqui no Brasil. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Tiago. Como sempre, sereno e sábio. Critica pertinente.

    ResponderExcluir
  4. Grande Tiago!!!Boa colocação...

    Se apenas uma pequena parte dos "entendidos" da mídia futebolística falasse com honestidade e coerência e sem bairrismo, como você bem fez em seu texto, acredito que muitos poderiam aprender a respeitar Neymar Jr. também.Como corintiano quero que ele vá embora mais rápido possível mas, como amante do futebol torço para que fique.

    ResponderExcluir
  5. Vc sabe o que eu penso, e creio que lembrou disso em alguns momentos... o muleke é bom demais... e sorte dele que nao foi pra AS, não precisou passar por akilo com a selecionada brasileira!!! de qualquer forma, viraremos muitas noites no sumaré e veremos o sol nascer falando de futebol e em grande parte desses papos o muleke estará no meio!!! hehehe abraço e parabéns irmão!!!

    ResponderExcluir
  6. isso ai MR Rattes, grandes palavras!!!To com vc broo

    ResponderExcluir
  7. O futebol brasileiro está em baixa existe uma necessidade enorme de criar um idolo, alguém que desbanque o argentino, por isso ficam forçando a barra isto já aconteceu com o Robinho " que iria ser o melhor do mundo" e deu no que deu. Precisamos colocar os pés no chão, enquanto não for para europa e enfrentar adversários mais fortes ou ganhar a copa 2014 será apenas um bom jogador. Espero que eu esteja errado.

    ResponderExcluir